70% das empresas aumentam ou mantêm os gastos com transformação digital em meio à pandemia, diz estudo da IFS

De acordo com um estudo global realizado pela a IFS, a instabilidade macroeconômica de hoje falhou em amortecer os planos de transformação digital, com 52% * das empresas afirmando que aumentarão seus gastos com transformação digital,

Enquanto se poderia supor que os entrevistados, preocupados com a economia, conteriam os gastos com tecnologia, a realidade é que os investimentos estão aumentando. Os dados da pesquisa indicam que, durante esses momentos dinâmicos, os planos de aumentar os gastos com transformação digital acompanham de perto as preocupações com as condições econômicas que afetam os negócios. De fato, a pesquisa indica que as pessoas preocupadas com a instabilidade econômica tinham 20% mais chances de planejar um aumento nos investimentos em transformação digital.

O apetite por iniciativas de transformação digital, no entanto, não é consistente em todas as geografias ou setores da indústria. Olhando mais de perto, a pesquisa coloca a construção na liderança, com 75% dos entrevistados neste setor dizendo que planejam investir este ano. Os segundos colocados nesse quesito são as empresas de tecnologia da informação (58%) e manufatura (55%). No outro extremo do espectro, o estudo vê com mais cautela as indústrias de energia e utilidades em 37%, seguido pelo varejo em 35%.

“Examinando indústrias específicas, fica claro que a indústria da construção, que historicamente é atrasada no que diz respeito à habilitação da tecnologia, está investindo pesadamente para acompanhar setores digitalmente mais maduros, como a manufatura”, diz o vice-presidente sênior da IFS Industries, Antony Bourne. “Essa disparidade nos níveis de investimento se alinha muito bem com o que vemos em nossa própria base de clientes”, completa.

Apesar da ampla vontade de investir, o estudo revela que a execução da transformação digital é uma área difícil para muitos tomadores de decisão. A capacidade de fornecer um retorno mensurável do investimento em tecnologia rapidamente e a satisfação dos stakeholders internos são as principais preocupações de quase dois terços dos tomadores de decisão (64%).

 

Fonte: TI Inside

08 de julho de 2020

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias