Assespro-RS lança primeira certificação para Encarregado/DPO do estado

Data Protection Officer, ou Encarregado de Proteção de Dados, é uma nova especialidade no mercado com salários que variam de 8 a 20 mil reais.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), sancionada em 2018 e que entrará em vigor em 2020, por um lado vai exigir das empresas um novo padrão de tratamento de dados pessoais, por outro, vai criar uma nova especialidade no mercado, o DPO/Encarregado(Data Protection Officer, ou Encarregado de Proteção de Dados), profissional que reúne conhecimentos jurídicos e também em tecnologia e que será responsável por implementar planos de ação e de conformidade nas empresas relativos às exigências da nova lei.

A Lei brasileira chama este profissional de Encarregado, já a Lei Europeia, de DPO.

No estado, o primeiro curso de capacitação para Encarregado/DPO foi desenvolvido pela Assespro-RS (Assoc. Bras. das Empresas de TI do RS). Com inscrições abertas pelo site https://certificacaodpo.eventize.com.br, a formação tem 20 horas-aula e será realizada nos dias 8, 9, 10, 11 e 12 de abril, das 18h às 22h, na sede da associação, no Tecnopuc, em Porto Alegre (Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 96C – Sala 208). Com entrega de certificado ao final, o curso é dirigido a profissionais dos setores jurídicos, compliance, gestão, segurança da informação e tecnologia de qualquer empresa. Vagas limitadas

“O Encarregado/DPO é uma profissão muito promissora, com salários que podem variar de 8 a 20 mil reais, e que permite atuação no Brasil e no exterior, porque países europeus e nos EUA, por exemplo, a legislação de dados já é realidade”, afirma Aline Deparis, presidente da Assespro-RS.

As empresas precisam ter certeza que estes profissionais estão capacitados, sob pena delas arcarem com a responsabilidade sobre um mau tratamento dos dados sob sua responsabilidade. Neste aspecto, a Assespro desenvolveu uma metodologia e técnica para entregar ao mercado profissionais realmente capacitados.

Uma medida que reforça a relevância da nova especialidade é que todas as empresas serão obrigadas a nomear um Encarregado/DPO, seja alguém da equipe interna ou por meio da contratação de um terceirizado. “Estamos nos antecipando para que as empresas estejam preparadas antes mesmo de a lei entrar em vigor”, complementa Aline.

12 de fevereiro de 2019

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias