Bitcoin bate recorde no Brasil e movimenta mais de R$ 10 bilhões em 2019

Projeção é que ainda sejam movimentadas mais 400 mil unidades da criptomoeda até o final do ano

O ano ainda nem acabou e o Brasil já movimentou mais de R$ 10 bilhões em negociações realizadas em bitcoin. De acordo com o site Cointrader Monitor, o recorde anterior foi batido em 2017 no valor de R$ 8 bilhões. 2017 também foi ano em que a criptomoedas teve maior popularidade, com valor de mercado em U$ 20.000 a unidade.

Agências de câmbio da criptomoeda no Brasil relataram ter movimentado mais de 301 mil bitcoins. A projeção é que ainda sejam movimentadas no total 400 mil unidades da criptomoeda até o final do ano.

Para João Canhada, CEO da Foxbit, agência brasileira de câmbio de criptomoedas, o País segue como o maior mercado de criptomoedas da América Latina, com mais de US$ 2,5 bilhões negociados em 2019.

“Apesar de estar longe dos olhares das altas de 2017, o bitcoin segue chamando atenção de entusiastas e curiosos, consolidando-se como possível diversificação frente a diversos ativos tradicionais”, diz Canhada.

O executivo acredita que entre 2020 e 2021, durante o período de diminuição da inflação controlada do bitcoin pela metade, que acontece a cada quatro anos, termo conhecido como “halving” deve atrair novamente os olhares do grande público.

“Existe um grande potencial de valorização e o fato da evolução do cenário regulatório do setor, nos deixa pronto para uma nova corrida do ouro. Estes números deixam claro estamos no caminho certo.” analisa o CEO.

Fonte: IT Mídia

08 de outubro de 2019

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias