Desenvolvedora trans da DBServer debate gênero e empoderamento feminino na TI durante a Campus Party

Mulher trans, Evelyn venceu barreiras do preconceito, contrariou diversas estatísticas sobre pessoas que passam por transição de gênero e garantiu o seu lugar onde sempre quis estar, na TI. Nesta semana, Evelyn apresenta na Campus Party, em São Paulo, sua experiência na área e na vida, participando de palestras e rodas de conversas sobre gênero e empoderamento feminino na Tecnologia, um ambiente ainda predominantemente masculino, além de ministrar workshops sobre Firebase.

Há cerca de três anos, a desenvolvedora participa de eventos como Django Girls e Rail Girls, realizados em diversas cidades brasileiras, onde ensina mulheres a programarem, construírem seus próprios sites e obterem mais independência em ambientes de TI.

A DBServer é uma empresa de 500 pessoas dedicada a desenhar e construir a transformação digital de empresas de grande porte. Em 26 anos de atuação nacional e internacional, a empresa naturalmente evoluiu de uma desenvolvedora de software para uma criadora de soluções, nas quais os clientes se apoiam para seus processos de crescimento e inovação.

Abaixo, a agenda de Evelyn na Campus Party:

Quarta-feira, 13/02:

Workshop: Firebase Work Jam (Codamos)
No programa, o que é o Firebase, principais recursos para criar um projeto Hosting + Cloud Functions e conectar base de dado; CRUD base de dados, capturar eventos da base de dados nas Cloud Functions.
Horário: 16h45

Desenvolver é Empoderar (Pyladies)
Um bate papo sobre como aprender a desenvolver contribui para o empoderamento feminino, melhora a autoestima e ajuda mulheres, LGBTs e outras minorias a lutarem contra o machismo e a masculinidade tóxica nos ambientes da TI.
Diversidade, mulheres na TI, minorias na TI, LGBT
Horário: das 17h15 às 18h45

Quinta-feira, 14/02:

Tecnologia e Gênero (Prefeitura de SP – Wifi Livre)
Debate com o pessoal da Prefeitura de SP sobre questões de gênero na TI.
Diversidade, mulheres na TI.
Horário: 14h30 às 16 horas

PyLadies e Django Girls – Ajudando a tornar a comunidade Python mais diversa e mais inclusiva
Nessa roda de conversa, integrantes do PyLadies Brasil, que comemora cinco anos de existência no país, explicam como tornar a comunidade mais diversa e inclusiva, e de que maneira é possível dar apoio às participantes para que elas se sintam seguras, acolhidas e capazes de fazerem parte da comunidade Python.

Com Letícia Silva e Evelyn Mendes

Horário: 22 às 23h45

Sexta-feira, 15/02:

Workshop: Firebase Work Jam (PyLadies)
Como o Firebase está implementando Python como uma das linguagens nas Cloud Functions. Uma ampla apresentação que será muito proveitosa para todas as PyLadies terem um maior conhecimento sobre a plataforma, que tem muito potencial para o desenvolvimento de uma grande variedade de aplicações.
Desenvolvimento, cloud, javascript, python, NoSql.
Horário: das 17h30 às 18h45

Palestra: Firebase, um backend que te levará às nuvens
Conhecendo melhor o Firebase, uma plataforma que fornece vários produtos focados em produtividade e performance que irá mudar a forma como se desenvolve para web e mobile, além de entender como a plataforma pode ajudar nos negócios, conquistar mais clientes e crescer.
Horário: das 19 horas às 20 horas

 

Fonte: DBServer

13 de fevereiro de 2019

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias