Facebook pagará multa recorde de US$ 5 bilhões por violação de privacidade

A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos, a FTC, anunciou nesta quarta-feira, 24/7, uma multa de 5 bilhões de dólares para o Facebook, que também concordou em adotar uma maior supervisão em apps terceiros. As informações são da Reuters.

Conforme aponta a agência de notícias, o valor citado acima foi definido em uma votação apertada no órgão, por 3 a 2, e está relacionada à uma investigação do governo americano sobre práticas de privacidade da rede social.

“Apesar de repetidas promessas para os seus bilhões de usuários pelo mundo de que eles iriam controlar como as informações pessoais são compartilhadas, o Facebook enfraqueceu as opções dos usuários”, afirmou o chairman da FTC, Joe Simons, do Partido Republicano, em um comunicado.

Ainda de acordo com a Reuters, membros do Partido Democrata dos EUA se opuseram à decisão da FTC, alegando que a multa determinada pelo órgão ao Facebook não é grande o bastante.

O comissário do FTC, Rohit Chopra, do Partido Democrata, alega que a punição imposta pela Comissão fornece um “cobertor de imunidade” aos executivos do Facebook e “não resolve os problemas principais que levaram a essas violações”.

“Até que resolvamos os incentivos financeiros principais do Facebook por arriscar a nossa privacidade pessoal e a segurança nacional, não vamos conseguir evitar que esse tipo de problema volte a acontecer”, afirmou Chopra, que, juntamente com a comissária da FTC, Rebecca Slaughter, aponta que o valor da multa pode ser inferior aos ganhos da rede social com a violação de privacidade dos seus usuários.

O acordo também prevê a criação de um comitê independente de privacidade por parte do Facebook, além de uma maior supervisão sobre a atuação de aplicativos de terceiros na plataforma.

Além disso, a Comissão Federal de Comércio anunciou nesta quarta que o Facebook também concordou em pagar mais 100 milhões de dólares em um acordo sobre alegações de que a empresa teria enganado investidores em sobre a seriedade da má utilização dos dados dos seus usuários.

Fonte: IT Mídia

24 de julho de 2019

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias