Inteligência Artificial fechará ano de 2018 movimentando US$ 1,2 trilhões, prevê Gartner

O mercado de Inteligência Artificial (IA) deve encerrar o ano movimentando US$ 1,2 trilhão em 2018, cifra que representa um aumento de 70% em relação a 2017. A estimativa do Gartner é que o setor movimente US$ 3,9 trilhões em 2022.

A previsão de valor de negócios derivados de Inteligência Artificial do Gartner analisa o valor total de negócio nos setores verticais de todas as organizações abrangidas pelo instituto. Há três recursos diferentes de valor de negócios de IA: experiência do cliente, renda nova, e redução de custo.

O crescimento dos negócios de Inteligência Artificial mostra o padrão típico de curva em formato de ‘S’, associado com uma tecnologia emergente. Em 2018, a taxa de crescimento é estimada em 70%, mas vai desacelerar. Após 2020, a curva diminuirá, resultando em um crescimento em um ritmo mais lento nos próximos anos.

O Gartner destaca que romper com o valor global de negócios derivados por tipo de IA, suporte/crescimento de decisão (tais como DNNs) representará 36% do valor global de negócios derivado em 2018. Até 2022, o suporte/crescimento de decisão terá ultrapassado todos os tipos de iniciativas de Inteligência Artificial para representar 44% de todo valor global de negócios derivados.

Agentes virtuais permitem que as organizações corporativas reduzam custos de mão-de-obra já que assumem pedidos e tarefas simples do Call Center, serviço de apoio e outros agentes humanos de serviço, enquanto entrega as questões mais complexas aos seus parceiros humanos. Eles também podem fornecer estímulo para receitas, como no caso de consultores robotizados em serviços financeiros e vendas em centrais.

Como assistentes de funcionários virtuais, os agentes virtuais podem ajudar com a calendarização, agendamento, e outras tarefas administrativas, deixando tempo livre dos funcionários para trabalho superior de valor agregado e/ou reduzindo a necessidade de assistentes humanos.

Agentes representam 46% do valor de negócios global derivado de Inteligência Artificial em 2018 e 26% até 2022, conforme a evolução de outros tipos de AI e a contribuição para o valor de negócios.

Os sistemas de automação de decisão utilizam Inteligência Artificial para automatizar tarefas ou otimizar processos de negócios. Eles são particularmente úteis em tarefas tais como traduzir voz para texto e vice-versa, processar formas ou imagens manuscritas, e classificar outros conteúdos ricos de dados não prontamente acessíveis a sistemas convencionais.

Já que dados não estruturados e a ambiguidade são a base do mundo corporativo, a automação da decisão – conforme esta amadurece – trará enorme valor de negócios para as organizações. Por enquanto, a automação de decisão representa somente 2% do valor global de negócios derivados de IA em 2018, mas ela crescerá para 16% até 2022.

Produtos inteligentes representam 18% do valor global de negócios derivados de IA em 2018, mas encolherá para 14% até 2022 conforme outros tipos de sistema com base em DNN se desenvolvem e assumem produtos inteligentes em sua contribuição ao valor de negócios.

Produtos inteligentes possuem IA embutido neles, normalmente na forma de sistemas de Nuvem que podem integrar dados sobre as preferências do usuário a partir de sistemas e interações múltiplas. Eles aprendem sobre seus usuários e suas preferências e hiperpersonalizam a experiência e orientam o envolvimento.

Fonte: TI Inside

11 de maio de 2018

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias