Maioria absoluta dos professores acredita que tecnologia na sala de aula prepara alunos para o futuro

A pesquisa Challenger, do Google, que analisa o posicionamento de pais e professores quanto ao uso da tecnologia na sala de aula revela que 82% dos professores estão preocupados com a equidade de acesso quando se trata de tecnologia nas escolas. Já 91% dos pais acreditam que a tecnologia na sala de aula torna o aprendizado mais envolvente.

O Google e o instituto de pesquisa YouGov entrevistaram, por meio de formulário on-line, 300 educadores e 500 pais de alunos. As entrevistas contemplaram professores e responsáveis por estudantes da educação primária e secundária, de escolas públicas, privadas e também em instituições sem fins lucrativos, mantidas por ONGs e fundações em todas as regiões do país. A pesquisa focou, também, no engajamento dos alunos, eficiência e uso do tempo, habilidades do futuro e equidade e acesso à educação de qualidade.

“A pesquisa tem como objetivo compreender melhor as visões atuais de pais e educadores no que se refere à tecnologia nas escolas, dissipando o mito de que há uma relutância por parte deles em adotá-la na sala de aula”, afirma Daniel Cleffi, líder do Google for Education para América Latina.

Confira, abaixo, alguns resultados da pesquisa:

Para os professores:

  • 95% acreditam que trazer a tecnologia para a sala de aula prepara os estudantes para o futuro;
  •  82% estão preocupados com a equidade de acesso quando se trata de tecnologia nas escolas;
  • 77% apontam que o maior desafio é envolver os alunos;
  • 95% concordam que trazer a tecnologia para a sala de aula pode tornar o aprendizado mais atraente para os alunos;
  • 60% dizem que não têm tempo suficiente para fazer tudo que é necessário;
  • 90% concordam que a tecnologia pode ajudá-los a economizar tempo;
  • 81% acreditam que a parte mais importante do seu trabalho é ensinar aos alunos as habilidades do futuro;

 Para os pais:

  • 91% acreditam que a tecnologia na sala de aula torna o aprendizado mais envolvente;
  • 88% acreditam que a tecnologia ajuda os estudantes a reterem informação;
  • 74% concordam que a tecnologia permite que alunos aprendam em seu próprio ritmo;
  • 47% acham que a tecnologia é atualmente utilizada da melhor forma para beneficiar a aprendizagem dos alunos.

Fonte: TI Inside

19 de agosto de 2019

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias