RHTI de novembro esclarece questionamentos sobre LGPD; novas adesões podem ser feitas até 18/12

O encontro de novembro do Grupo RHTI da Assespro-RS teve um formato diferente nessa edição. Em vez de contar com a participação de um convidado especial, o webinar foi dedicado a responder os principais questionamentos que giram em torno da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que passou a vigorar em 18 de setembro deste ano.

Para isso, o encontro contou com a participação de Reges Bronzatti, ex-presidente da Assespro-RS e atual coordenador do Grupo de Segurança e Privacidade de Dados da entidade, e da advogada Rosana Takeda, VP de planejamento e governança da Assespro-RS.

O bate-papo foi mediado pela coordenadora do Grupo, Thaís Garziera, que aproveitou para convidar novas empresas a integrarem o grupo. Os interessados têm até o dia 18 de dezembro para se inscrever pelo site www.assespro-rs.org.br/grupo-de-rh

Bronzatti se dedicou a responder questionamentos mais gerais sobre a nova legislação. Qual a relação entre LGPD e GDPR? Como vai ocorrer a fiscalização do cumprimento da LGPD? Quem são os principais atores? Quem é o DPO? Quanto uma empresa deve investir para se adequar à LGPD? Como as micro e pequenas empresas podem se adaptar à LGPD? Que tipo de dados são considerados pela LGPD? Esses foram exemplos de perguntas enviadas.

“Para mim, a LGPD é uma consequência da evolução do mundo dos negócios. Ela surge para frear a lógica de abuso com dados pessoais que estão espalhados em milhões de bancos de dados e, alguns desses, estão concentrados em grandes empresas de tecnologia, como Facebook, Google, Apple, Microsoft, Amazon etc. O mundo se deu conta de que estamos nas mãos dessas empresas”, comentou Bronzatti. 

Já Rosana Takeda respondeu perguntas mais específicas à área de RH das organizações. Por que se fala tanto dos impactos da LGPD no RH? Quais os cuidados necessários com os dados físicos dos funcionários? Como fica a coleta de dados para plano de saúde, contabilidade, seguro de vida etc.? Em relação ao processo seletivo, existe alguma regra no que tange os currículos? 

 

“Se não houver uma mudança de cultura em relação ao sigilo das informações e à confidencialidade, não adianta fazermos mudanças e alterações. Então as sensibilizações e os treinamentos com os empregados é muito importante, no sentido de entender a relevância do que fazemos, da LGPD e de por que cuidar dos dados pessoais e especialmente dos dados sensíveis”, conclui a advogada. 

 


Sobre o Grupo RHTI

Criado há quatro anos e sempre realizando encontros mensais, o Grupo RHTI aproxima profissionais que compõem os RHs das empresas de TI do estado, associadas da Assespro-RS, para discutirem sobre o mercado de tecnologia e as melhores práticas em gestão de pessoas. Os encontros também são uma oportunidade para troca de informações para geração de conhecimento e aprendizado.

 

Fonte: Vicente Medeiros

18 de novembro de 2020

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias