10 dicas sobre trabalho híbrido que você precisa saber

O modelo híbrido de trabalho definitivamente já faz parte do nosso cotidiano. As empresas diminuíram o número de estações em até um terço. Já aquelas que devolveram os escritórios se tornaram totalmente digitais ou estão na busca por espaços customizados, levando em consideração as preferências dos funcionários e as próprias necessidades de seus negócios.

Uma pesquisa com mais de 30 mil trabalhadores de 31 países, encomendada pela Microsoft para o estudo The Work Trend Index, mostrou que 73% das pessoas querem a continuação de opções de trabalho remoto flexíveis. Mas, por outro lado, o mesmo levantamento indicou que 67% dos entrevistados sentiam falta dos encontros presenciais.

Thaylan Toth, CEO da Mindsight, empresa de tecnologia em gestão de pessoas e RH, preparou 10 dicas para que o modelo híbrido mantenha a produtividade, a cultura e os processos estabelecidos entre os times. Confira:

1) Medindo a produtividade

Uma das adaptações exigidas pelo trabalho híbrido é a mensuração da produtividade e resultados da equipe. Sem o acompanhamento presencial diário, o gestor pode sugerir e combinar com a equipe a utilização de ferramentas digitais para acompanhar a realização das tarefas diárias. O mais importante é que seja uma decisão transparente e em conjunto com o time, respeitando as necessidades do grupo.

2) Investimento em pesquisas internas

Para aplicar o modelo híbrido, as empresas devem se preparar para pesquisas internas. Os estudos servem como termômetro para entender o que funciona em cada negócio, levando em consideração as singularidades dos funcionários e das áreas.

3) Reformular os escritórios e criar espaços e serviços de descompressão

Os escritórios devem ser adaptados para receber os times que irão trabalhar presencialmente ou em rodízio. As adaptações podem ir de ambientes mais acolhedores até a criação de espaços de descompressão ou serviços que visam ao bem-estar e podem ser acessados de qualquer lugar. Iniciativas importantes para a saúde física, emocional e mental dos funcionários.

4) Alinhar as equipes

Os times de RH e comunicação interna cumprem um papel fundamental para garantir o alinhamento por meio de uma comunicação eficiente e rituais que mantenham a cultura da empresa viva. Outro ponto importante é aproveitar ao máximo as idas ao escritório para realizar reuniões em equipe e outros alinhamentos. Organizar a rotina com antecedência pode garantir mais produtividade nos dias de trabalho presencial.

5) Tecnologia

Ferramentas tecnológicas são aliadas do trabalho híbrido, mas devem ser bem usadas para evitar a exaustão. O líder deve estar atento aos sinais da equipe quanto à satisfação com videoconferências e ferramentas de planejamento das atividades diárias.

6) Saúde mental

Um estudo da revista Social Science & Medicine mostra que trabalhar por horas consecutivas sem pausas pode levar ao desenvolvimento de estresse e esgotamento mental. O gestor deve estar atento à sua equipe, principalmente na modalidade híbrida, quando não é possível estar com o time presencialmente todos os dias, e incentivar pausas recorrentes no período de trabalho, respeito ao horário de almoço, bem como término das atividades dentro da jornada determinada, a fim de garantir um ambiente propício ao bem-estar mental de seus funcionários.

7) Relações humanas para engajar

São essenciais para criar conexões. Se não houver um formato de integração entre funcionários, aqueles que estão online podem se sentir menos engajados, já que não existiria um contato entre trabalhadores.

8) Confiança entre líderes e liderados

É fundamental para que haja fluidez, produtividade e engajamento, mas líderes e liderados terão de lidar com uma nova realidade para fortalecer a confiança. Sem estar ao lado da equipe todos os dias, o líder deve estar seguro quanto à capacidade de entrega do time e os profissionais precisam acreditar na sua liderança direta para que as relações sejam fortalecidas.

9) Gestão de desempenho

Uma forma de verificar se o modelo híbrido está realmente funcionando é fazer ciclos de gestão de desempenho de maneira consistente. É importante os funcionários terem em mente quais são as expectativas, o que está funcionando e o que pode ser aperfeiçoado. Além de fortalecer a cultura dos feedbacks, é preciso garantir o ciclo completo: alinhamento de objetivos e metas, desenvolvimento e coaching dos funcionários, avaliação formal, devolutivas e recompensas.

10) Liderança híbrida

No modelo de trabalho híbrido, cabe ao líder engajar e passar à equipe o sentimento de pertencimento ao negócio. A conexão entre o time e a empresa estará diretamente ligada à forma e à mensagem que o gestor passa aos funcionários.

 

  • Fonte: administradores.com.br
  • Imagem: Freepik
  • 04 de novembro de 2021

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias