BRDE Labs seleciona 14 startups para aceleração

Foram 66 propostas inscritas e 14 projetos das áreas de saúde, Tecnologia da Informação, agronegócio, IoT e Indústria 4.0 escolhidos para participar do processo de aceleração BRDE Labs. A iniciativa é do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul em parceria com a Universidade Feevale que, por meio do Feevale Techpark, será responsável pela metodologia e a condução dos trabalhos do programa em 2021.

A apresentação das empresas aconteceu em um talk com participação do governador Eduardo Leite, do reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, do secretário de Estado de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb e da presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Leany Lemos.

A etapa de aceleração, que corresponde à terceira fase do programa, vai se iniciar no dia 31 de agosto e terminará em 21 de dezembro deste ano, durante o evento BRDE Labs Demoday. “Ao final dos quatro meses de aceleração, teremos startups mais inovadoras e competitivas, e um ecossistema ainda mais forte”, projeta a diretora de Inovação da Feevale, Daiana de Leonço Monzon, que fez a mediação do bate papo.

Durante esse período de quatro meses, as startups serão contempladas com as fases de validação, product market fit, go to market, crescimento e monitoramento e mentorias, além de mentoria com especialistas, workshops de monitoramento e desenvolvimento, conexões e networking e infraestrutura de apoio no Hub One Porto Alegre. Ao final do processo, os cinco melhores projetos acelerados receberão premiação em dinheiro.

Lamb ressaltou a importância de projetos como o BRDE Labs. “A ideia de cooperação e de construção é fundamental, pois os inovadores aprendem o conhecimento uns dos outros, em prol dos seus negócios. É um conceito que faz com que todos cresçam juntos e que a economia apresente resultados mais acelerados”, disse.

No Rio Grande do Sul, além do Feevale Techpark, selecionado pelo BRDE para executar o trabalho junto às startups, cinco empresas parceiras do banco participarão da aceleração como âncoras: CCGL, Coagrisol, Fida, Santa Casa de Porto Alegre e Xalingo.

“O BRDE tem na sua missão o desenvolvimento econômico e social e o apoio às políticas públicas, portanto, não podíamos deixar de fazer as duas coisas ao mesmo tempo. A Universidade Feevale é uma parceira neste processo e nos auxiliará no desenvolvimento desse ecossistema”, destacou a diretora-presidente do BRDE, Leany Lemos.

Confira as startups que participarão do BRDE Labs:
  • 2metric: desenvolve um dispositivo que, por meio da medição de energia, identifica padrões de qualidade na água, permitindo o seu monitoramento em tempo real.
  • Agidesk: plataforma SaaS com modelo de receita recorrente, focada em gestão de atendimentos, processos e projetos.
  • AlterVision: o Google Analytics do varejo físico, fornece dados sobre clientes em espaços físicos por meio de IA (inteligência artificial) integrada a câmeras de segurança.
  • Crops Team: Best Cultivar é um sistema inteligente que auxiliará produtores e consultores na escolha da melhor maneira de cultivar a soja para cada lavoura. 
  • Goclin: plataforma para gestão de clínicas e consultórios médicos, integrada às principais operadoras do Brasil. 
  • Latos: tem o objetivo de aumentar a eficiência das indústrias por meio de Ciência de Dados e conhecimentos de Engenharia. 
  • MaxxIntelli: desenvolvimento de tecnologia para mapear, em tempo real, a melhor posição para placas solares, permitindo otimizar e reduzir custos na geração de energia.
  • NeedDigital: solução para o monitoramento ambiental (térmico) voltada à produção de farmacêuticos (termolábeis), automatizada e confiável.
  • Nurseme: plataforma digital que conecta profissionais de saúde a quem precisa de cuidados de saúde em domicílio.
  • Pix Force: interpreta imagens e vídeos automaticamente, de forma mais rápida e precisa do que a visão humana, utilizando IA aplicada à visão computacional.
  • Prosumir: desenvolve soluções inovadoras para transformar desperdício de energia em oportunidades, trabalhando com eficiência energética, energia renovável e cogeração.
  • StartLearning: plataforma de treinamento corporativo e gestão de aprendizado, ambiente focado para aperfeiçoar o processo de capacitação e o engajamento de equipes.
  • Zeit: entrega a qualidade do leite com apenas um toque, utilizando um dispositivo portátil conectado via Bluetooth com um celular, não necessitando de conexão com a internet para o seu funcionamento.
  • Ziel Biosciences: empresa voltada para pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores na área de oncologia e saúde da mulher.
 
 
 
  • Fonte: Jornal do Comércio
  • Foto: Jornal do Comércio
  • 26 de agosto de 2021

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias