Campo Bom lança ISS Digital e é o primeiro município a implantar o sistema Infisc

Campo Bom pode ser considerado sinônimo de pioneirismo. Mais uma vez o município inovou e apresentou aos campo-bonenses o ISS Digital, sistema que transforma a relação entre o Fisco Municipal e os contribuintes do ISSQN. A partir do uso do novo sistema, a necessidade de que o contribuinte vá até a Prefeitura para ver atendidas as suas demandas foi totalmente eliminada. O portal do ISS já está em funcionamento e Campo Bom é o primeiro município a implantar tal sistema.

Para o prefeito Luciano Orsi, o desenvolvimento do ISS Digital atesta o compromisso da Administração Municipal em enfrentar desafios para facilitar a vida da população. “Campo Bom é conhecido como pequeno gigante justamente por ser uma grande cidade no que diz respeito à inovação, como é o caso deste novo sistema”, afirma. O secretário de Finanças Nilson Parnow destaca os benefícios trazidos à gestão a partir da implantação da nova ferramenta. “O sistema torna mais ágil e eficiente o atendimento ao contribuinte por contar com maior controle de prazos para a resolução dos processos”, aponta.

O ISS Digital foi desenvolvido em parceria com a empresa Infisc. O evento de lançamento do sistema aconteceu na manhã desta quinta-feira (18), no Teatro do CEI, e além do prefeito e do secretário, contou com a presença do vice-prefeito Paulo Gomes, do presidente da Câmara de Vereadores Alexandre Hoffmeister, do ex-secretário de Finanças Fernando Trott — sob a gestão do qual a pasta iniciou as tratativas para a criação da ferramenta —, da chefe de gabinete do prefeito, Pâmela Ritter, e de demais secretários municipais.

“O elo entre o Município e os empreendedores é uma política de Campo Bom e neste momento acontece através da modernização, aliada à segurança, trazendo simplificação e desburocratização aos procedimentos”, observa Salomão Leizer, diretor da Infisc. O evento foi aberto ao público e serviu para que fossem apresentadas as funcionalidades do ISS Digital. Entre as funções do sistema, a emissão da NFS-e, a solicitação de parcelamentos para débitos dos impostos municipais e a abertura de processos para atendimentos eletrônicos. A ferramenta garante, também, maior seguridade pelo controle total dos acessos e elimina em grande parte o uso dos documentos impressos.

 

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias