Como proteger de forma eficaz o seus bancos de dados

Para as empresas, um sistema de gerenciamento de banco de dados eficaz é vital para as operações. De fato, todas as informações importantes de uma organização estão armazenadas e organizadas no Banco de Dados. Por isso, além de um componente estratégico dentro da tecnologia da informação, é também um dos ativos mais visados pelos criminosos cibernéticos.

Existem basicamente duas formas de se obter as informações que estão armazenadas no banco de dados. A primeira é o arquivo de dados que contém dados e objetos como tabelas, índices, visões e procedimentos armazenados. Esse arquivo está armazenado em uma pasta do sistema operacional onde o banco de dados foi instalado. A segunda forma é realizar pesquisas de informações acessando diretamente o Banco de Dados (usuários de tecnologia) ou através de uma aplicação (usuário regular). Portanto, é preciso proteger o banco de dados em todas as suas dimensões.

Controle de acesso

O controle de acesso é uma das principais medidas para manter a segurança de um banco de dados e fica sob a responsabilidade de um DBA (Database Administrator). Impedir que pessoas não autorizadas tenham acesso aos sistemas tornou-se um desafio a ser superado pelas empresas. O acesso ao banco ocorre através de credenciais (nome de usuário e senha) configuradas no SGBD que podem estar associadas a pessoas e aplicações. Para cada uma dessas credenciais é definido um determinado privilégio e, portanto, a correta definição de privilégio e monitoramento é fundamental.

A solução para gerenciar de forma eficaz as credenciais de acesso a um banco de dados é o Cofre de Senhas, também conhecido no mercado como PAM – Privilege Access Management). Essa tecnologia endereça de forma eficaz todas as questões relativas ao gerenciamento de credenciais para usuários e aplicações.

Protegendo o arquivo de dados de ataques de ransomware

A proteção da pasta onde reside o arquivo de dados é atualmente uma das maiores preocupações, pois o criminoso utiliza vulnerabilidades do sistema operacional, erros de configuração e credenciais comprometidas para acessar esse arquivo, criptografá-lo e posteriormente exigir resgate – processo conhecido como ataque de ransomware.

A proteção mais eficaz é criptografar esse arquivo e garantir que apenas o processo do banco de dados (assinado digitalmente) tenha privilégios para realizar o acesso. Utilizando essa tecnologia, além de restringir o acesso, qualquer tentativa indevida é bloqueada e gera alertas para as equipes de segurança. Um servidor de Banco de Dados equipado com essa tecnologia fica imune a ataques de Ransomware pois mesmo que um código malicioso comprometa o servidor, o acesso ao arquivo de dados é bloqueado e a tentativa gera alertas e contramedidas de segurança.

 

  • Fonte: CIO.com.br
  • Foto: https://cio.com.br/
  • 13 de setembro de 2021

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias