Em dia de assinatura de convênios, Lamb anuncia saída da SICT

A segunda-feira (10) marcou a assinatura dos convênios dos editais do programa Avançar na Inovação, que soma R$ 112 milhões de investimento, e também o anúncio de que o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (SICT), Luís Lamb, está deixando a pasta na próxima semana.
 
Muito emocionado, ele explicou que o motivo é familiar. A sua esposa e filha estão morando nos Estados Unidos e a distância se tornou algo complicado de contornar.
 
“Saio elogiando e admirando tudo que está sendo feito por essa grande equipe, e triste por deixar esse projeto. Mas, com a certeza de que esse governo tem um futuro brilhante e que o Brasil perdeu uma grande oportunidade”, disse, referindo-se ao fato de o governador Eduardo Leite não ter vencido as prévias do PSDB para as eleições presidenciais.
 
Lamb tem uma relação muito próxima com o ecossistema de inovação gaúcho. Formado em Ciência da Computação e com mestrado em Computação, ambos pela Ufrgs, é PhD pelo Imperial College London e foi pró-Reitor de Pesquisa da Ufrgs. Coordenou o Comitê Gestor da Aliança para a Inovação Ufrgs-Pucrs-Unisinos e estava como secretário estadual desde 2019. “Tentamos sempre fazer nosso melhor, e executar na velocidade que o mundo digital exige as ações para aproximar o Rio Grande do Sul da economia do século XXI”, disse.
 
O governador elogiou o seu secretário. “A vida é feita de ciclos, que exigem a tomada de decisão. Lamb deixa um grande legado para o Rio Grande do Sul, que foi essa construção de uma política efetiva para a inovação, ciência e tecnologia. Além, claro, de ter coordenado o nosso gabinete de crise para o enfrentamento da pandemia da Covid-19, sempre nos deixando muito seguros das políticas da inovação que estavam sendo adotadas”, destacou Leite.
 
O Avançar na Inovação é um dos programas que tem recebido muita atenção do secretario nos últimos tempos. Ontem, foram assinados os convênios dos editais do Inova RS, GameRS, Techfuturo e TEC4B. Oito instituições de ensino, e 11 projetos, receberão os recursospor meio de editais da SICT. “Esses editais visam transformar a produção intelectual do Rio Grande do Sul em riqueza, ajudando as nossas universidades a construírem parcerias com setor produtivo e acelerando o nosso crescimento econômico”, destacou Lamb.
 
O reitor da Feevale, Cleber Prodanov, destacou a assinatura dos convênios. “Edital é uma forma de o poder público socializar recursos e dirigir políticas públicas. Sem isso, não teríamos recursos para fazer tudo que precisa ser feito”, disse ele, que falou em nova das demais instituições de ensino.
 
 
Fonte: Jornal do Comércio
Imagem: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
10 de janeiro de 2022

NOTÍCIAS RECENTES

Associados

Parceiros

Assessorias